quinta-feira, 21 de abril de 2016

Unesp disponibiliza acervo digital

O Acervo Digital da Universidade Estadual Paulista (Unesp) está chegando a quase cem mil objetos científicos (já tem mais de 96 mil) e ultrapassou os 22 mil objetos educacionais. São softwares, animações, ilustrações, áudios, e-books, maspas, quizzes e documentos que estão disponíveis a quem quiser utilizá-los.


Com a tecnologia de código aberto DSpace, o Acervo Digital da Unesp foi criado em 2009, pelo Núcleo de Educação a Distância da Unesp (NEaD/Unesp), para servir como repositório institucional da Universidade. Com o passar dos anos a ferramenta ganhou novas proporções e passou a atender outra importante demanda: oferecer acesso gratuito aos conteúdos educativos de qualidade, produzidos pelos pesquisadores da Unesp.

Com isso, diversos professores da instituição, de todas as áreas de conhecimento, passaram a contribuir com suas produções acadêmicas e construir o grande repositório hoje existente.

Apesar de conhecer o Acervo Digital da Unesp há muito tempo, o professor João Roberto Gomes Faria, da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (Faac) da Unesp de Bauru, passou a disponibilizar seus objetos educacionais para alunos da graduação há dois anos. Trata-se dos softwares "SimulaLuz", que analisa a iluminação natural de ambientes, e do "Reverb-NR", que facilita cálculos em projetos acústicos de salas.

Antes do Acervo Digital, o professor configurava os computadores do laboratório da Unesp com os programas criados e os deixava à disposição dos alunos no servidor da faculdade. A vantagem da nova técnica é que, além de proporcionar mobilidade para os estudos de seus 45 alunos anuais, que agora acessam os softwares em suas máquinas pessoais, os objetos educacionais ficam disponíveis gratuitamente para qualquer interessado da área.

Já a Diretora da biblioteca do Instituto de Artes, Sebastiana Freschi, utiliza o Acervo Digital da Unesp desde 2011 para a preservação e disponibilização da produção artístico-cultural do Instituto. Em 2012, foi criada a Biblioteca do Instituto de Artes, conhecida como Bi@ Digital, na comunidade Histórico-Cultural do Acervo Digital da Unesp. A finalidade é agregar o conteúdo produzido pelas três Artes: Cênicas, Musicais e Visuais.

Em 2014, os documentos disponibilizados na Bi@ Digital tiveram mais de 2.500 acessos, sendo que a maior parte desses acessos vem dos Estados Unidos. Para alimentar o espaço, Sebastiana conta com a cooperação de professores, alunos e funcionários. "Eles têm a liberdade de ver o que já existe e sugerir o que precisa ser criado, mas quem orienta é o Coordenador de cada coleção", explica.

"As universidades públicas possuem responsabilidade social, inclusive com a necessidade contemporânea, de ampliar os instrumentos de educação aberta", explica o professor da Unesp de Bauru, Danilo Rothberg. A Universidade Estadual Paulista exerce tal responsabilidade com o Acervo Digital da Unesp, que hoje disponibiliza cerca de 96 mil objetos científicos e 22 mil objetos educacionais - além de documentação permanente e acervo histórico-cultural.

Danilo Rothberg é doutor em Sociologia pela Unesp e autor de 16 objetos educacionais disponíveis no Acervo Digital da Unesp, que compõem o curso "Comunicação pública, cidadania e democracia digital" da Unesp Aberta. "Os recursos educacionais abertos são fundamentais para o aperfeiçoamento autodidata de habilidades e competências requeridas em função das rápidas transformações do mercado de trabalho na atualidade", acredita Rothberg, que disponibiliza seu material para facilitar o aprofundamento na convergência interdisciplinar entre "comunicação pública" e "democracia digital".

Grande visibilidade

Segundo Antonio Netto Junior, responsável pela coordenação de publicação de conteúdo do Acervo Digital, a vantagem de publicar na ferramenta é a visibilidade que o conteúdo ganha. "Temos acessos nas partes mais distantes do mundo. Um material hospedado hoje terá, no dia seguinte, o botão 'ver estatística' onde é possível encontrar visualização feita na Rússia, China, EUA", explica Antonio.

Grande parte dos conteúdos disponíveis no Acervo Digital é de cursos produzidos pelo Núcleo de Educação a Distância da Unesp e publicados pela equipe interna para utilização nos cursos e disponibilização de materiais na Unesp Aberta. O usuário pode buscar o conteúdo de acordo com a data de criação e de edição, título, autor e assunto. "Se enfrentar dificuldades, basta entrar em contato com o e-mail do fale conosco do Acervo Digital que entre 24 a 48 horas respondemos", afirma Antonio.

Sobre o Acervo Digital

A produção hospedada no Acervo Digital da Unesp está dividida em quatro grandes comunidades:

- Acervo Histórico-Cultural, com mais de 400 publicações, possui duas subcomunidades: Fórum São Luiz de Paraitinga e a Biblioteca do Instituto de Arte da Unesp. Neste ano foi criado um espaço para a Faculdade de Medicina de Botucatu, que oferecerá uma gama de publicações na área da Saúde, Medicina, Anatomia e Corpo Humano;

- Documentação Permanente, com 230 publicações, onde se encontra a documentalção oficial, material da assessoria de comunicação e imprensa, guias práticos, minutas e manual de propriedade intelectual da Unesp, por exemplo;

- Objetos Científicos, que totalizam mais de 96 mil dissertações, teses, TCCs, etc; e

- Objetos Educacionais, são mais de 20 mil itens como textos, vídeos, softwares, mapas, imagens, animações, etc. Está é a comunidade mais visitada no momento.

(Fonte: Acheseucurso - Com informações da Unesp - Jessica Miwa)