sábado, 7 de fevereiro de 2015

Resolução impede contato direto de público com animais em pet shops

A partir de agora, o público não poderá mais ter contato direto com animais à venda em pet shops. O contato só será permitido em situações de “venda iminente”. A regra faz parte de uma resolução do Conselho federal de Medicina Veterinária (CFMV) .

O objetivo da Resolução 169/2014, segundo o conselho, é garantir a segurança e o bem-estar dos animais que estejam sob o cuidado de pet shops, feiras ou exposições.

A resolução determina também que o animal seja mantido em um espaço adequado, limpo, sem excesso de barulho e com luminosidade, temperatura e umidade adequadas. Os bichos devem ter espaço suficiente para se movimentar e acesso fácil a água e alimentos.

“Há casos em que vários animais são alojados em espaços pequenos, sem cama para deitar nem água suficiente para beber, sem alimentação adequada. É bom lembrar que situações de maus-tratos não são apenas um ato doloso, mas também culposo”, afirmou o presidente do CFMV Benedito Fortes de Arruda, em nota divuglada pelo conselho.

A norma determina ainda que os animais a venda estejam com todas as vacinas em dia. Aqueles que tiverem alterações de comportamento devido a estresse deverão ser retirados do local de exposição.

O responsável técnico pelo cumprimento dessas regras deve ser um médico veterinário, ainda segundo a nova resolução.

 (Fonte: G1)