domingo, 19 de julho de 2015

Mistério de ‘lago perdido’ que desaparece anualmente intriga cientistas

Um vez por ano, um misterioso buraco absorve a água do “lago perdido” do Oregon, nos Estados Unidos, fazendo com que ele desapareça sem que ninguém saiba onde está indo parar.


É um caso estranho que há séculos intriga cientistas e que agora está chamando atenção após a publicação de um vídeo no YouTube por um jornal local.

O vídeo já foi visto mais de 2 milhões de vezes.

De acordo com os especialistas que estudaram o fenômeno, o desaparecimento do lago se deve a uma zona vulcânica onde se encontra.

“Não se sabe com certeza para onde a água vai, mas alguns pesquisadores apontam que ela cai por tubos de lava e se infiltra na rocha vulcânica, convertendo-se em um lago subterrâneo”, disse à BBC Mundo Jude McHugh, porta-voz do Bosque Nacional de Willamette, onde fica o lago.

Mas, segundo ela, apesar de o lago estar desaparecendo agora, a água vai voltar no futuro. “É um fenômeno comum nesta época do ano, não devemos nos alarmar”, afirma.

Túneis submarinos – As erupções próximas ao local causaram a criação de tubos vulcânicos. Quando a larva emerge de um vulcão, a parte que fica no exterior se esfria ao entrar em contato com o ar, explica McHugh.

“A lava quente continua fluindo por debaixo da crosta terrestre, como se fossem túneis submarinos”, disse a porta-voz do bosque.

Esse túneis carregam a água como se fossem um sistema de saneamento. “O lago se enche de água no inverno e depois seca por completo, convertendo-se em um pasto.”

A grande pergunta sem resposta é: para onde vai a água do lago?

Ferro velho – É aqui que entra a teoria de um lago subterrâneo. Mas, até agora, ela não foi comprovada.

A especialista disse à BBC Mundo que houve várias tentativas (não autorizadas) de bloquear o buraco com peças de ferro-velho nos últimos anos.

O Serviço Florestal encontrou peças de carros, motores e outras sucatas no buraco que, presumivelmente, eram uma tentativa de parar a drenagem.

McHugh confirmou que, ainda que sejam casos isolados, é importante que as pessoas tomem consciência sobre o assunto.

“Isso é fortemente desaconselhado”, diz McHugh.

“Se alguém conseguir tapar o buraco desta forma – o que a gente acredita ser muito improvável – só resultaria em uma inundação do lago e da estrada.”

“Jogar lixo no lago não é a solução e é importante que as pessoas tomem consciência sobre a importância de respeitar nosso ecossistema.”

 (Fonte: G1)