sábado, 4 de abril de 2015

Na França, quem for de bicicleta para o trabalho ganhará remuneração

Atualmente, cerca de 2,5% dos franceses preferem a bicicleta para ir e voltar ao trabalho, mas o governo pretende que esse número aumente em pelo menos 50% nos próximos meses. 

bicicleta-ecod-final.jpg
Quem for de bicicleta para o trabalho ganhará 25 centavos de euro por quilômetro percorrido
Foto: Ed Yourdon

É que um programa vai pagar as pessoas que utilizarem a bike com essa finalidade.

O programa conta com adesão de 20 empresas de grande porte, totalizando mais de 10 mil funcionários. Todos que se comprometerem a ir e voltar de bicicleta, vão ganhar 25 centavos de euro por quilômetro percorrido. No país europeu, a distância média dessa viagem é de três quilômetros e meio.

Já existem, na Europa, iniciativas parecidas com essa em outros países. Alguns oferecem redução de imposto, outros dão apoio financeiro para compra da bicicleta, e outros adotam o mesmo sistema de pagamento por quilômetro percorrido.

Entre eles estão Dinamarca, Alemanha, Bélgica, e a Holanda, país plano que tem um dos maiores índices de ciclistas: Em torno de 25% das pessoas que vão de casa para o trabalho fazem isso de bike.

Além da remuneração financeira, os trabalhadores-ciclistas contribuem com o meio ambiente, ao deixarem de emitir gases poluentes, além de não congestionarem o trânsito e ainda praticarem uma atividade física saudável.
Será que teremos iniciativa semelhante aqui no Brasil, um dia?

ECOD