sábado, 4 de abril de 2015

Hospital do Coração vai trocar as motos por bicicletas para entregar exames

Há cem anos, as bicicletas já eram utilizadas para entregas. Nos tempos atuais, com o crescimento populacional, facilidades para a compra de automóveis e poluição nas grandes cidades, as 'magrelas' surgem como opção sustentável aos veículos motorizados. 

bicicleta-ecod.jpg
Em dois meses de teste, as bikes evitaram a emissão de 65,31 kg de CO2
Foto: bilobicles bag

O HCor (Hospital do Coração), de São Paulo, vai adotar a bicicleta para entregar exames aos seus pacientes. Os objetivos são simples: diminuir os gastos do hospital e dos pacientes com o serviço e contribuir para o meio ambiente.
Os motoboys continuarão responsáveis pela maioria das entregas, mas, segundo o hospital, a chegada das bicicletas já tem bons resultados. Em dois meses de teste, as bikes evitaram a emissão de 65,31 kg de CO– considerando a emissão média de CO²/km realizada por motocicletas, multiplicada pelo total de quilômetros rodados pelos ciclistas (895,9km).

Agora, passarão a ser feitos com a magrela cerca de 40% dos exames entregues em domicílio pelo HCor – aqueles que estão num raio de até 5 km do hospital. Com a mudança da moto para o serviço de bike courier, a taxa de entrega será reduzida pela metade.

(ECOD)