sábado, 27 de dezembro de 2014

As dicas de Steve Jobs para 2015

Ao que tudo indica, estamos chegando a mais um fim do ano. Folheando aqui as páginas da internet, encontrei no The Motley Fool uma seleção de frases do Steve Jobs que podem ajudar nos planos para 2015.

Não sou exatamente fanático pelo Jobs nem pela Apple. Mas ele foi, sem dúvida, um dos sujeitos mais importantes para a indústria de tecnologia. Há de se reconhecer isso, por mais que Jobs, que morreu em 2011, não tenha sido exatamente um exemplo de patrão gente boa. Mas eis, pois, algumas sacadas que valem a pena ser conhecidas:

1) ‘O seu tempo é limitado, então não o desperdice vivendo a vida de outra pessoa. Não deixe que o barulho da opinião alheia cale sua voz interior. E o mais importante: tenha a coragem de seguir seu coração e sua intuição. De alguma maneira, eles já sabem o que você realmente quer se tornar. O resto é secundário’.

2) ‘Minhas coisas favoritas na vida não custam nada. Está bem claro que o recurso mais precioso que todos temos é o tempo’.

3) ‘Seja um padrão de qualidade. Algumas pessoas não estão acostumadas a um ambiente onde se espera excelência’.

4) ‘As coisas não têm que mudar o mundo para serem importantes’.

5) Design é uma palavra engraçada. Algumas pessoas pensam que design significa como certa coisa se parece. Mas é claro que, se você mergulhar fundo, na verdade o design mostra como essa coisa funciona.

6) ‘Decidir o que não fazer é tão importante quanto decidir o que fazer. Isso vale para as empresas e vale para os produtos’.

7) ‘Se você ficar de olho no lucro, vai acabar economizando no produto. Mas se você focar em fazer realmente ótimos produtos, os lucros virão em seguida’.

8) ‘Às vezes, quando você inova, você comete erros. É melhor admiti-los rapidamente’.

9) ‘Muita gente pensa que foco significa dizer sim para o objeto em que você mantém o foco. Mas não é exatamente isso. Foco significa dizer não para as centenas de outras boas ideias que estão por aí. Você tem que escolher cuidadosamente.’

10) ‘Sou tão orgulhoso das muitas coisas que nós não fizemos quanto das coisas que fizemos. Inovação é dizer não a centenas de coisas.’

11) ‘Tudo se resume a uma questão de gosto. Tudo se resume a tentar expor-se às melhores coisas que as pessoas têm feito e, em seguida, tentar trazer essas coisas para o seu trabalho. Picasso dizia que bons artistas copiam e grandes artistas roubam. E nunca tivemos vergonha por roubar grandes ideias.

LEITURA DE BORDO

Eis dois livros que merecem atenção da galera que anda conectada. O primeiro trata de um problema que afeta muitas famílias. ‘A maldade humana — Como detonar uma pessoa no Facebook’ (Ed. Mauad X) é um ótimo estudo da Beatriz Breves e da Virginia Sampaio. A internet potencializou os instintos que insistem em atormentar a paz alheia. No caso do Facebook, são inúmeros os casos de bullying, com muitos desfechos trágicos. O livro mostra como nos vacinar contra esses ataques digitais.

A segunda sugestão é ‘Fundamentos da privacidade digital’, de Denny Cherry (Ed. Campus Elsevier), que apresenta ferramentas para proteger suas informações na internet.

Você armazena tudo online? Sabe usar senhas? Compartilha tudo o que vê na internet? Protege a rede wi-fi da sua casa? Tem certeza de que não existe ninguém espionando seus passos? Sabe por onde seus filhos andam navegando? Pois é. Vale a leitura.

Fonte: O Dia Online - 10/12/2014