sábado, 26 de janeiro de 2013

O que fazer para aumentar o tempo de vida do seu pneu


Uma forma de reduzir o descarte de pneus é aumentar o seu tempo de vida. Aprenda algumas dicas importantes, listadas pelo site Bem Simples.
pneus-guia.jpg
Foto: Sxc.hu



Calibragem

A pressão dos pneus deve ser a indicada no manual do veículo. Verifique se a calibragem está correta nos quatro pneus (e também no estepe) de 15 em 15 dias, mesmo se o carro não estiver sendo usado. Isso deve ser feito com os pneus frios, pois se eles já tiverem rodado um pouco, estarão quentes, e as libras de pressão serão medidas de maneira errada, por causa da temperatura. O excesso ou a falta de ar deforma os pneus e desgasta-os de modo desigual.

seguroautofacileconomiacalibrarpneu.jpg
Foto: Divulgação/Pense Carros


Rodízio

Para que o desgaste aconteça por igual, é preciso fazer um rodízio entre os pneus. Informe-se no local da compra dos pneus qual é a quilometragem recomendável e como o rodízio deve ser feito. Em alguns casos, recomenda-se trocar os pneus dianteiros com os traseiros, sem cruzá-los. Cuidado! Não coloque pneus de especificações diferentes no mesmo eixo.

rodizio.jpg
Foto: PneusOst


Alinhamento e balanceamento

Esses dois procedimentos devem ser realizados em um lugar especializado e com o equipamento adequado, a cada 5 mil km. Se o carro estiver desalinhado, o desgaste será irregular. Se você passou por algum buraco, teve algum choque no carro ou está notando desgaste anormal, também é hora de fazer os procedimentos.

Embora sejam duas ações independentes, geralmente elas são realizadas juntas. Recomenda-se levar o carro a uma oficina ou concessionária para fazer balanceamento e alinhamento cada vez que fizer rodízio nos pneus. Mas, mesmo sem rodízio, você deve mandar alinhar e balancear os pneus pelo menos uma vez por ano.

balancear.jpg
Foto: Divulgação


Dica: Preste atenção nas vibrações e nos desvios da direção. Se o carro vibra a partir de determinada velocidade, se desvia ao frear ou puxa para um lado nas retas é porque tem alguns dos problemas mencionados.
 
Limpeza
 
Basta limpar com água e sabão. Se você preferir usar produtos para dar brilho, verifique se eles são prejudiciais à borracha. Cuidado com derivados de petróleo. Evite usar produtos que deixam o pneu mais bonito que sejam derivados de petróleo e não estacione sobre óleo, solventes ou outros produtos desse tipo.
 
pneus10.jpg
Foto: Reprodução


Dirija tranqüilo

As altas velocidades, freadas bruscas, passagens pelo acostamento, passar por bueiros em altas velocidades, cair em buracos e circular por caminhos irregulares (de terra ou pedra) reduzem a vida útil do pneu e podem provocar cortes ou deformações irreparáveis.

1083983-69141100.jpg
Foto: Sxc.hu


Carga transportada

Verifique no manual do veículo qual a carga máxima permitida, pois a sobrecarga aplicada aos pneus pode ocasionar alterações estruturais, riscos de estouro e diminuir a quilometragem dos mesmos.

citroenc42a.jpg
Foto: Reprodução


De olho na marca

Todo pneu tem uma elevação de borracha entre os sulcos, chamada TWI. Se esta marca estiver encostando no solo, é hora de procurar um especialista em recapagem para ver se há a possibilidade de reforma ou a necessidade de troca.

twi.jpg
Foto: Blog Auto Serviço


(ECOD)