domingo, 19 de julho de 2015

Samsung e Apple trabalham por novo padrão de SIM card eletrônico

Novo modelo de e-SIM card permitiria que usuários trocassem de serviços de telecom diretamente pelas configurações do smartphone.



Se tudo ocorrer dentro do previsto, em breve você poderá trocar de operadora ao acessar a seção de configurações do seu smartphone. Na quinta-feira (16/07), o The Financial Times informou que a Apple e a Samsung estão em “conversas avançadas” com empresas de telecom de todo o mundo para lançar novos cartões SIM eletrônicos.

Esses e-SIM cards seriam padronizados entre as fabricantes de smartphones e viriam embutidos nos aparelhos, criando uma “arquitetura comum”. Ao contrário dos cartões comuns, a inovação ofereceria mais flexibilidade para os usuários. Em vez de ficar preso a um plano celular, você poderá assinar um novo serviço ou mudar de planos instantaneamente.

As telcos que estariam negociando com Apple e Samsung incluem nomes como AT&T, Deutsche Telekom, Etisalat, Hutchison Whampoa, Orange, Telefónica e Vodafone.



“Com a maioria das operadoras a bordo, o plano é finalizar a arquitetura técnica que será usada no desenvolvimento de uma solução remota end-to-end para os aparelhos do consumidor final, com a chegada esperada para 2016”, afirma um comunicado enviado ao Financial Times pela GSMA, um grupo do mercado global móvel. A GSMA criou anteriormente padrões de e-SIM para outros tipos de máquinas, como semáforos.

Apesar de a parceria poder ser anunciada em breve, vai demorar pelo menos um ano antes que os aparelhos com os e-SIM cards cheguem ao mercado. Apple, Samsung e as operadoras ainda precisam finalizar os aspectos técnicos desses e-SIM cards, de acordo com o Financial Times.

A GSMA está “otimista” sobre ter os aparelhos da Apple como parte da iniciativa. No entanto, é importante notar que um acordo formal com a empresa de Cupertino ainda não foi assinado.

O iPad Air 2 já vem com um Apple SIM card customizado que te permite mudar entre operadoras móveis por serviço de dados. O jornal norte-americano ainda aponta que os novos e-SIM cards não substituirão o SIM card da Apple embutido no iPad Air 2.

(COMPUTERWORLD)