terça-feira, 21 de julho de 2015

Fósseis do Himalaia indicam que felinos têm origem asiática

Fósseis encontrados no Tibete, na região do Himalaia, reforçam a ideia de que os grandes felinos surgiram na Ásia.


O material documentado na revista “Proceedings of the Royal Society B: Biological Sciences” pertence aos Pantherinae, gênero dos felinos maiores e mais antigos.

Estudos anteriores que analisaram o DNA desses animais apontavam a Ásia como sua região de origem, mas até então os fósseis mais antigos deste grupo estavam na África. O novo objeto encontrado confirma que os Pantherinae – grupo que inclui tigres, leopardos e leões – originam do continente asiático.

O estudo analisou a filogenética de quatro fósseis encontrados e seis espécies de Pantherinae existentes. Os pesquisadores concluíram que os fósseis datam do período Mioceno, até 7 milhões de anos mais cedo do que o estimado anteriormente, e são da espécie Panthera blytheae.

Um reconstituição digital mostra uma área frontal da face bem desenvolvida, característica compatível com os grandes felinos existentes. As características dos fósseis, como o desgaste dos dentes, estão relacionadas com o leopardo da neve e o leopardo nebuloso.

A descoberta é importante para entender a evolução de todos os grupos de felinos que surgiram a partir dele. 

(Fonte: G1)