domingo, 1 de fevereiro de 2015

Tatuagem estranha é encontrada em múmia de “homem do gelo”

Pesquisadores italianos anunciaram nesta segunda-feira que descobriram uma tatuagem “estranha” na múmia conhecida por “Ötzi the Iceman” (Ötzi, o Homem do Gelo, em tradução livre), que possui 5.300 anos. As informações são do The Huffington Post.

A análise da pele da múmia revelou a tatuagem escondida em camadas profundas da pele de cor escura de Ötzi. Segundo informaram, a tatuagem é composta por quatro linhas paralelas que medem de 20 a 25 milímetros. Os pesquisadores acreditam que foram feitas por incisões na qual um carvão foi esfregado na pele.

Alguns fósseis de homens da época da múmia possuem marcas semelhantes, que podem ser parte de rituais de acupuntura para tratamento de dores nas articulações. Porém, o desenho de Ötzi não está localizado próximo dessas regiões, lançando dúvidas na teoria antiga – que ainda não foi derrubada porque os cientistas italianos pensam que a tatuagem pode ser um tipo de tratamento para a dor no peito.

A múmia Ötzi foi encontrada em 1991 por dois alpinistas nos Alpes Otztal, próximo da fronteira entre Áustria e Itália. Desde então, os pesquisadores estão conduzindo diversos estudos do homem de 45 anos, que provavelmente morreu por problemas no coração. Até agora, foi revelado que o indivíduo tinha Doença de Lyme, cárie dentária e dor nas articulações.

 (Fonte: Terra)