domingo, 10 de março de 2013

Robôs usam raios laser para remover tinta de aviões


Pintar aviões é uma tarefa complicada, cara, que requer boa dose de precisão, mas que aumenta a vida útil e deixa as aeronaves com aparência de beleza e limpeza.

Tirar a tinta velha de aviões, por outro lado, pode ser uma tarefa que produz um bocado de sujeira.
Hoje são usados removedores químicos agressivos ou sistemas de abrasão por jateamento, ambos geradores de emissões perigosas para o ar, para a água e na forma de resíduos sólidos.
A remoção de tinta e a repintura são realizadas como parte do processo normal de manutenção programada das aeronaves.
Equipes de robôs
Engenheiros da Universidade Carnegie Mellon, nos Estados Unidos, acreditam ter encontrado uma solução mais limpa, mais rápida e mais eficiente.
Jim Arthur e seus colegas planejam usar raios laser e robôs para remover a tinta velha dos aviões.
O primeiro protótipo do robô já está pronto, e os testes mostraram a eficiência do sistema a laser.
A ideia é que os robôs trabalhem em equipes, com o tamanho de cada equipe determinado pela dimensão de cada avião.
A remoção robotizada permitirá que a tarefa seja feita em um sistema 24/7 (24 horas por dia, 7 dias por semana), reduzindo o tempo de parada das aeronaves.
Remoção de tinta a laser
O equipamento usa um feixe contínuo de laser para remover não apenas a tinta, mas também qualquer outra substância grudada sobre o corpo da aeronave - tudo de forma seletiva e programada.
Cada robô ajusta seu feixe de laser para manutenção da angulação correta em relação à fuselagem, ao mesmo tempo evitando que o laser atinja outros robôs ou áreas determinadas como de uso de trabalhadores - a potência do laser pode cegar.
Os robôs também controlam a velocidade do laser sobre a superfície para garantir que ele seja lento o suficiente para remover completamente a tinta, mas não tão lento a ponto de aquecer demasiadamente a fuselagem.
"A decapagem robotizada a laser deverá reduzir significativamente a mão-de-obra, o volume de resíduos, o risco ambiental e o custo total da operação," disse Arthur.

Inovação Tecnológica