quarta-feira, 6 de março de 2013

Cientistas encontram meteorito de 18 kg na Antártica

Uma equipe internacional de cientistas anunciou a descoberta de um meteorito de 18 kg enterrado nas geleiras da Antártica Oriental, o maior corpo celeste encontrado nesta parte do mundo desde 1988.

O meteorito, do tipo condrito comum, faz parte de um conjunto de 425 pedras, com um peso total de 75 kg, recolhidos ao longo de uma missão de 40 dias realizada por cientistas a 140 km da base de pesquisa polar belga Princess Elisabeth Antarctica.

“Este meteorito foi uma descoberta inesperada, não só pelo peso, mas porque é raro encontrar elementos grandes na Antártica”, explicou Vinciane Debaille, geólogo da Universidade Livre de Bruxelas (ULB). “Este é o maior meteorito encontrado na Antártida Oriental em 25 anos”, acrescentou.

A missão foi realizada nas regiões de gelo azul de Nansen, a uma altitude de 2.900 m, por uma equipe belgo-japonesa das universidades belgas ULB e VUB, do Instituto Nacional de Pesquisa Polar (NIPR) e da Universidade de Tóquio.

O meteorito de 18 kg foi transportado para o Japão para ser examinado.

Segundo a Meteoritical Society, entidade que reúne dados sobre meteoritos encontrados em todo o planeta, mais de 38,5 mil meteoritos foram descobertos até este momento na Antártica, mas apenas 30 tinham uma massa superior a 18 kg na Antártida Oriental.

(Fonte: G1)