sábado, 25 de fevereiro de 2017

Luva interativa permite "toques" à distância

A proposta desta luva robótica é que casais momentaneamente longe um do outro possam se encontrar virtualmente usando algo mais do que um contato visual por uma tela.

Luva interativa permite
A equipe pretende integrar uma segunda luva, para permitir que os dois parceiros compartilhem toques ao mesmo tempo. [Imagem: SFU]
Toque virtual quase real

"Os usuários podem fazer gestos íntimos, como tocar o rosto, dar as mãos e até dar um abraço. O ato de dobrar ou flexionar o dedo é uma maneira suave e sutil de imitar o toque," afirma Carman Neustaedter, que criou a luva interativa juntamente com sua equipe da Universidade Simon Fraser, no Canadá.
Neustaedter chama a luva de Flex-N-Feel, flexionar e sentir, em tradução livre.
Quando uma das pessoas usando a luva move os dedos, a ação é transmitida para o parceiro remoto, cuja luva recebe os sinais e reproduz o movimento.
Toques compartilhados
Para capturar as ações, os sensores das luvas, que fornecem um valor para cada grau de movimento, são conectados a um microcontrolador, por sua vez ligado a um módulo WiFi.
Há sensores também colocados estrategicamente no lado da palma dos dedos, a fim de permitir uma melhor sensação de toque. Uma chave em ambas as luvas permite que qualquer parceiro inicie o toque.

As luvas de toque virtual ainda estão em estágio de protótipo e os testes continuam. Um conjunto de luvas permite um toque remoto unidirecional entre parceiros. A seguir, a equipe pretende integrar um segundo conjunto, para permitir que os dois parceiros compartilhem toques ao mesmo tempo.
(Fonte: Redação do Site Inovação Tecnológica )