sexta-feira, 24 de julho de 2015

Moléculas de 4 bi de anos podem explicar origem da vida

Todos os seres vivos na Terra possuem ribossomos em seus organismos. De acordo com cientistas, a partir da análise deles, é possível chegar à formação original das primeiras moléculas de vida, que existiram há quatro bilhões de anos. As informações são do Daily Mail.


Segundo a publicação, os ribossomos seriam fonte de pesquisa para encontrar a origem das moléculas de vida. Presentes em todos os seres vivos, esses emaranhados de móleculas são responsáveis pela fabricação de proteínas.

De acordo com os pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Geórgia, em Atlanta, todos os ribossomos possuem uma formação idêntica inicial. Trata-se de uma sequência em comum que, em cada ser vivo, se modificou de uma maneira diferente.

Dessa forma, por meio da análise, os cientistas chegaram à formação do que seria o ‘ribossomo original’. Os seres humanos têm os maiores e mais complexos ribossomos.

“Aprendemos algumas regras do ribossomo: a evolução pode alterá-lo, desde que não altere sua essência”, disse um dos professores do Instituto. “A evolução pode adicionar características, mas não pode mudar o que já existe”, afirmou.

 (Fonte: Terra)