domingo, 26 de julho de 2015

Guia do motorista consciente

Pense com a gente: quanto mais pessoas de bike houver nas ruas, mais tranquilo fica o trajeto do motorista de carro, táxi ou ônibus, pois haverá mais vagas, mais espaço e menos engarrafamentos

ciclista-ecod.jpg

 Que tal, então, compartilhar as vias com gentileza e respeito?

Aí vão algumas dicas para isso:
  • Reduza a velocidade em vias com pedestres e ciclistas. Olhe para eles e deixe-os saber que você os viu.
  • Ao ultrapassar, reduzir a velocidade evita que o deslocamento de ar possa derrubar o ciclista.
  • Mantenha distância do ciclista: o veículo maior deve garantir a segurança dos menores.
  • Em ultrapassagens e conversões, lembre-se de que os ciclistas podem mudar de direção repentinamente, para desviar de um buraco, um pedestre ou outro obstáculo na via e até mesmo por causa do vento.
  • Não é necessário buzinar para avisar o ciclista de sua proximidade.
  • Nunca avance o sinal vermelho. A colisão com uma bicicleta pode ser fatal para o ciclista.
  • Aguarde os ciclistas nas arrancadas ao abrir o sinal: eles precisam de mais tempo para ganhar velocidade.
  • Não dê fechadas em ciclistas e sempre sinalize suas manobras com setas indicadoras.
Para motoristas de ônibus e táxis

Os motoristas têm um papel importante no trânsito. As ruas são seu local de trabalho e, por isso, eles podem dar uma contribuição relevante para melhorar a cidade.
  • Atenção ao parar para embarque e desembarque.
  • Pare o veículo com cautela se notar um ciclista agarrado à traseira do ônibus.
  • Evite se distrair com GPS, taxímetro e celular. Sua atenção pode evitar colisões com bicicletas.
  • Deixe o passageiro bem próximo ao meio-fio e sinalize seu retorno à via.
  • Cuidado ao abrir a porta. Oriente o passageiro a sair do veículo com atenção para não atingir algum ciclista passando.
Este texto foi publicado originalmente em www.medium.com/itau

(fonte: ecod)

Deixe sua opinião sobre este assunto.