quinta-feira, 23 de julho de 2015

Asfalto pode dar lugar a plástico reciclado nas ruas da Holanda

Benefícios como maior durabilidade, eficiência e menos tempo de manutenção - e consequentemente menos obras e engarrafamentos - têm feito com que a Holanda estude, atualmente, substituir o asfalto de suas ruas e avenidas por plástico reciclado.

rua-plastico-ecod.jpg
Entre as vantagens prometidas estão menos manutenção e até três vezes mais durabilidade
Imagens: Divulgação/VolkerWessels


Batizado de PlasticRoad, o modelo desenvolvido por uma subdivisão da empresa holandesa VolkerWessels, utiliza apenas material reciclado como matéria-prima para a produção das seções da estrada, que podem ser pré-fabricadas.

A empresa garante que o material aguenta temperaturas mais elevadas, resistindo a um calor de até 80°C.


Otimização do espaço


Entre as vantagens prometidas estão menos manutenção e até três vezes mais durabilidade, o que significa menos obras e, consequentemente, menos engarrafamentos. A construção também seria mais rápida, reduzindo de meses para semanas o tempo necessário.

Outro benefício indicado é que a estrutura oca das seções gera um espaço que pode ser usado para a passagem de cabos de energia ou encanamento de esgoto, por exemplo.

plasticroad2-ecod.jpg

Embora seja ainda um conceito, a VolkerWessels espera concluir a primeira via pública totalmente pavimentada com plástico reciclado em um prazo de três anos, informou o jornal The Guardian.

Agora é preciso produzir e testar o projeto. Por isso a empresa responsável pela ideia está à procura de parceiros. A cidade de Roterdã já se mostrou interessada e disponibilizou uma espécie de laboratório para que a PlasticRoad seja testada.

Menos nocivo


As pesquisas desenvolvidas até então não incluíam a hipótese de substituir o asfalto, mas apenas torná-lo menos nocivo ao meio ambiente, uma vez que é produzido a partir de petróleo. Nos Estados Unidos, por exemplo, existem projetos para utilizar o calor do sol absorvido pelo asfalto para gerar energia - a adição de quartzitos aumenta a capacidade do asfalto de absorver calor.


Já em Madrid (Espanha) está sendo estudada a possibilidade da utilização de um asfalto especial que ajuda a diminuir a poluição gerada pelos carros na estrada, captando o óxido de nitrogênio emitido.

(FONTE: ECOD)