terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Consumo de frutas secas eleva expectativa de vida

Não é ainda a fórmula da imortalidade, mas pesquisadores americanos encontraram uma associação entre o consumo de frutas secas ou oleaginosas, como nozes, amêndoas e avelãs, com aumento da expectativa de vida.

oleaginosas-ecod.jpg
Foto: The Travelling Bum


De acordo com o estudo, publicado no periódico científico "New England Journal of Medicine", as pessoas monitoradas que consumiram diariamente uma porção, durante os 30 anos de pesquisa, tiveram uma queda de 20% na taxa de mortalidade, em comparação com outras pessoas que não consumiram as oleaginosas.

O autor principal do estudo, Charles Fuchs, do Dana-Farber Cancer Institute, declarou a BBC que "o benefício mais óbvio foi a redução de 29% de mortes por doença cardíaca, mas nós vimos também uma redução significativa, de 11%, no risco de morte por câncer."

Cautela

Embora as pessoas que possuem frutas secas na dieta tenham geralmente um estilo de vida mais saudável, os pesquisadores classificaram como "improvável" que fatores como mais exercícios, dieta saudável e menos cigarro, tenham impacto suficiente para alterar as conclusões da pesquisa. Ou seja, apesar dessas características sejam importantes, o consumo das frutas secas em si também contribui para uma vida mais longa.

Apesar dos resultados animadores, a British Heart Foundation, uma organização não governamental britânica que faz pesquisas e campanhas de conscientização sobre males cardíacos, sugere cautela, uma vez que mais estudos são necessários para comprovar a relação entre longevidade e o consumo dessas frutas secas. Até lá, porém, não custa nada dá uma beliscadinha.

(ECOD)