sexta-feira, 7 de junho de 2013

Angela Merkel quer um milhão de carros elétricos nas ruas até 2020

Colocar um milhão de carros elétricos nas ruas da Alemanha até 2020 parece uma meta bastante ousada. 

 angela-ecod.jpg
Merkel participou em Berlim de uma conferência sobre o futuro dos automóveis elétricos na Alemanha
Foto: Moritz Hager

Mas o objetivo foi de fato anunciado na segunda-feira, 27 de maio, pela chanceler alemã Angela Merkel, segundo informações do jornal Deutsche Welle. Dos 43 milhões de veículos que circulam hoje no país, apenas 7 mil são elétricos (no Brasil a frota de elétricos não passa de 200 unidades).

Merkel participou em Berlim de uma conferência sobre o futuro dos automóveis elétricos na Alemanha, que contou com a participação de alguns de seus ministros e de parte da indústria automobilística. No evento, a chanceler reafirmou que o país "tem boas chances" de alcançar a meta, mas que para tanto seria necessária uma "cooperação abrangente" entre governo e montadoras.

Atualmente, uma das desvantagens dos veículos elétricos para os consumidores alemães em relação aos convencionais é a autonomia limitada, pois existem apenas cerca de 2 mil estações de recarga públicas no país, e nem todo mundo pode recarregar o carro na garagem de casa.

Outro fator considerável é o preço. Um carro elétrico custa aproximadamente 50% mais que um veículo com motor de combustão, como explicou Stefan Bratzel, diretor do instituto alemão Centro de Gestão Automotiva.

Mas o cenário promete mudanças em um futuro próximo. Até o final de 2014, haverá uma oferta de 16 fabricantes de veículos alemães, além dos carros elétricos fabricados em outros países.

(ECOD)