terça-feira, 5 de março de 2013

Redes de pesca descartadas viram matéria-prima de tapetes


Segundo relatórios da ONU, cerca de 10% de todo o lixo marinho é composto de redes de pesca descartadas, que levam séculos para se decompor.
redes.jpg
A meta da empresa é coletar 20 toneladas de rede até o final de abril deste ano
Foto: Sxc.hu


 Além de poluir o ambiente, as redes abandonadas são responsáveis pela morte de animais marinhos.

Enquanto programas de limpeza visam a remoção desse “lixo”, uma fabricante de pisos e carpetes de Londres teve uma ideia ainda mais completa: fazer tapete usando as redes de pesca descartadas.

A empresa Interface descobriu que é mais barato encontrar nylon velho do que utilizar novos. Com o intuito de ser ambientalmente neutra até 2020, ela se uniu com a Sociedade Zoológica de Londres para desenvolver tapetes de nylons reciclados. O projeto de teste, que vai durar 6 meses, já começou nas Filipinas , onde uma tonelada de rede foi recolhida para a fabricação das peças.

O projeto, além de remover o lixo marinho, também emprega pessoas das aldeias locais, incluindo 280 famílias socialmente vulneráveis, que ajudam na limpeza, segundo o site Inhabitat.

De acordo com a empresa, trabalhar com a reciclagem de carpetes de nylon de pesca é apenas um passo de uma série de iniciativas que a organização pretende tomar para criar um negócio sustentável. A meta é coletar 20 toneladas de rede até o final de abril deste ano.


(ECOD)