terça-feira, 5 de março de 2013

Projeto de lei pretende conscientizar população sobre cânceres de próstata e pênis


Inspirado no Outubro Rosa, o deputado baiano Álvaro Gomes criou o projeto de lei nº 19.997/2012, que pretende evidenciar a importância da prevenção dos cânceres de pênis e próstata.
novembro-roxo.jpg
Segundo o projeto, o roxo é uma cor que significa, dentre outras coisas, a queda de paradigmas
Imagem: Divulgação


 A campanha, que foi nomeada de Novembro Roxo, realizou algumas atividades em 2012, porém, o projeto ainda está tramitando na Assembleia Legislativa do Estado da Bahia.

A Sociedade Brasileira de Urologia aponta o Brasil como o segundo país com maior incidência de câncer de pênis do mundo. Por ano, acontecem cerca de mil amputações no país. No Nordeste, o número de casos da doença é maior que o de próstata.

"A prevenção dessas enfermidades é muito importante, se faz necessário e temos que abraçar a causa com muita força. O preconceito ainda é muito grande, por isso, a campanha vem com o intuito de desenvolver atividades informativas, como debates e palestras", explica o deputado.

O número de casos [do câncer de próstata] é superior ao de mama. É um dos cânceres que mais matam no Brasil.”
Álvaro Gomes, Deputado Estadual
Os índices de câncer de próstata também não são dos mais animadores. São cerca de 543 mil novos casos no mundo, por ano, só no Brasil são 60 mil. "O número de casos é superior ao de mama. É um dos cânceres que mais matam no Brasil", destaca Gomes.

Por que roxo?

Na cromoterapia (prática que utiliza cores para a cura de doenças), o roxo é visto como uma quebra de paradigmas, transformações, respeito e dignidade.
O deputado ainda completa que a cor, que causa um certo impacto, é resultado da fusão do azul (geralmente referido ao homem) e do rosa (à mulher), ressaltando a importância da presença feminina para o diagnóstico precoce e o tratamento destes tipos de cânceres.

"Isso remete também a harmonia entre os sexos. Ou seja, é importante também a participação da mulher nesta campanha. Boa parte dos homens que vão aos consultórios são levados pelas esposas", pontua.

Novembro de 2012

No primeiro ano da campanha, Salvador foi a primeira cidade que aderiu à iniciativa. Cartões postais como o Elevador Lacerda, os Orixás do Dique do Tororó e o Cristo da Barra foram iluminados pela cor.

Além disso, a ação contou com a caminhada roxa, realizada no Centro Histórico da capital baiana para alertar a população com cartazes e informativos. "Fiquei muito satisfeito com a receptividade da cidade ao projeto. Reforçou nosso desejo em reduzir os índices dessas doenças no Estado", declarou o deputado, em seu boletim informativo.

O que você precisa saber (fatores de risco)

Câncer de Pênis: Falta de higiene, fimose, HPV e outras infecções virais podem causar a doença. A incidência é maior a partir dos 50 anos.

Câncer de Próstata: A incidência é maior a partir dos 45 anos e em negros. O histórico familiar também é um fator importante.

(ECOD)