sábado, 26 de março de 2016

Escolas de governo querem dar diploma de lato sensu

Instituições se reuniram semana passada para discutir como obter credenciamento junto ao MEC.

A Escola Nacional de Administração Pública (Enap) promoveu, na quarta-feira da semana passada, a Oficina de Credenciamento Educacional das Escolas de Governo do Sistema de Escolas de Governo da União (Segu). O objetivo do encontro foi o compartilhamento de informações para obtenção do credenciamento de pós-graduação lato sensu junto ao Ministério da Educação (MEC). No 2º semestre de 2015, sete escolas de governo passaram pelo processo de avaliação com a visita in loco de examinadores selecionados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

De acordo com o presidente da Enap, Gleisson Rubin, o compartilhamento das ações adotadas pelas escolas já avaliadas é importante para a construção de um precedente para as que iniciarão o processo. "As experiências trazidas hoje poderão facilitar os caminhos para que cada escola, a partir de suas peculiaridades, possa trilhar seu caminho", afirmou.

Gleisson falou, ainda, sobre a oferta do mestrado profissional presencial promovido pela Enap em parceria com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). "A expressiva demanda pelo curso pode ser interpretada como uma oportunidade de ampliação de nossa atuação. A iniciativa já é o segundo tema mais procurado quando a Escola é pesquisada no Google, indicando que os servidores têm buscado uma formação acadêmica e profissional em níveis cada vez mais elevados", disse. "Cada uma das escolas aqui presente possui pelo menos uma área de excelência. Se juntarmos os pontos positivos de cada uma, podemos pensar em parcerias futuras de alto nível", finalizou o presidente.

Leia aqui o parecer do Conselho Nacional de Educação que regula o credenciamento de escolas de governo para ministrarem cursos lato sensu.

Além de representantes da Enap, estiveram na reunião servidores da Academia Nacional de Polícia (ANP); Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Servidores do Poder Judiciário do Conselho Nacional de Justiça (Ceajud/CNJ); Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento da Câmara dos Deputados (Cefor/CD); Escola da Advocacia-Geral da União (Eagu); Escola da Agência Brasileira de Inteligência (Esint/Abin); Escola de Administração Fazendária (Esaf); Escola Nacional de Defesa do Consumidor do Ministério da Justiça (ENDC/MJ); Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU); Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj); Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz); Instituto Legislativo Brasileiro do Senado Federal (ILB/SF);Instituto Serzedello Corrêa do Tribunal de Contas da União (ISC/TCU); e Universidade de Brasília (UnB).

(Fonte: acheseucurso )