sábado, 18 de abril de 2015

Descoberto fóssil de réptil marinho jurássico na Escócia

Cientistas do Reino Unido identificaram uma nova espécie de réptil marinho que viveu há mais 170 milhões de anos na região da Ilha Skye, na Escócia.


Segundo o estudo, a espécie pertence ao grupo dos ictiossauros, répteis marinhos extintos com aparência semelhante aos tubarões e golfinhos.

A equipe de paleontólogos da Universidade de Edimburgo estudou fragmentos de fósseis do crânio, dentes, vértebras e um osso do braço que foram desenterrados nos últimos 50 anos. O réptil de 4,2 metros caçava peixes em águas rasas ao redor da Escócia.

As amostras dos estudos foram encontradas pelo colecionador de fósseis amador Brian Shawcroos, que doou a descoberta para um museu. A nova espécie jurássica foi batizada como “Dearcmhara shawcrossi“, em homenagem ao colecionador. “Dearcmhara” é uma palavra gaélica para lagarto marinho.

Além da espécie, os pesquisadores descobriram dentes da espécie de ictossauros, que viveram no período jurássico médio e foram extintos há 95 milhões de anos, no período cretáceo. A pesquisa é uma parceria entre a Universidade de Edimburgo e os Museus Nacionais da Escócia. A Ilha de Skye é um dos poucos lugares que se encontram fósseis do período jurássico médio.

 (Fonte: INFO Online)