domingo, 3 de novembro de 2013

8.1 recursos que a Microsoft removeu do Windows 8.1

O novo sistema tem muitas novidades, mas alguns recursos úteis, e outros mais obscuros, do Windows 8 foram eliminados. Veja o que você perde com o upgrade.

Esqueça as melhorias no desktop e o impressionante Bing Smart Search. A principal atração do Windows 8.1 é a imensa quantidade de recursos novos ou ocultos. Mas aparentemente a Microsoft precisou liberar espaço para todas estas novas idéias: o Windows 8.1 elimina muitos recursos auxiliares de seu antecessor. Algumas destas omissões são óbvias depois que as apontamos, enquanto outras são bem mais obscuras. Confira esta lista.
1. O app Mensagens
No Windows 8 havia o app Mensagens, que integrava em um só lugar serviços de mensagens instantâneas como o Windows Live Messenger e os chats do Facebook. Ele era um dos principais apps do sistema, orgulhosamente anunciado em um bloco na tela iniciar. Não mais: menos de um ano após sua estréia ele foi chutado para escanteio, substituído pelo Skype.
81recursos_mensagens-580px.jpg
Diga adeus a esta carinha sorridente
Não perdemos muita coisa: o Mensagens deixava a desejar em vários pontos, e duplicava muitos dos principais recursos do Skype. Recursos deste, por sua vez, estão sendo integrados ao Xbox One e Oulook.com (mas não ao Windows Phone). O único inconveniente é que o Mensagens suportava os chats do Facebook, algo que não acontece no Skype. Felizmente agora há um app oficial do Facebook para preencher esta lacuna.
2. O Índice de Experiência do Windows
Nascido junto com o Windows Vista, este recurso deveria ser um indicador numérico do desempenho de seu PC. Quanto mais poderosa a máquina, maior a pontuação no índice.
81recursos_iew-580px.jpg
Índice de Experiência em uma máquina com o Windows 8
Mas os critérios de pontuação não eram bem conhecidos, e havia restrições estranhas e aparentemente arbitrárias na máxima pontuação possível (no Windows Vista a nota máxima era 5.9, no Windows 7 pulou para 7.9). Seja por estas ou outras razões, o Índice nunca foi um sucesso, e desapareceu com a atualização do sistema.
3. Integração do app Fotos com o Facebook e Flickr
Este é lamentável. Segundo um representante da Microsoft: “No Windows 8 queríamos oferecer aos usuários uma forma de ver suas fotos armazenadas em outros serviços, sabendo que haveriam poucos apps na loja capazes de fazer isso. Agora temos em nosso catálogo muitos apps que oferecem formas de ver fotos armazenadas em outros serviços”.
81recursos_fotos-580px.jpg
O app Fotos do Windows 8 não tinha lá o melhor design, mas se integrava a vários serviços
Um app do Facebook foi lançado na Windows Store no mesmo dia do lançamento do Windows 8.1, mas seus recursos para gerenciar e compartilhar imagens não são tão flexíveis quanto aqueles no app Fotos no Windows 8. E ainda não há um app oficial para o Flickr na Windows Store.
4. Bibliotecas
As “Bibliotecas” de Documentos, Músicas, Imagens e Vídeos não são visíveis por padrão no Windows 8.1. Mas isso não quer dizer que elas sumiram, e reativá-las é fácil, como mostrado na imagem abaixo.
Mas alguns sites estão relatando que o Windows 8.1 acaba com as pastas públicas. Nossas experiências foram inconsistentes: elas apareceram entre as minhas bibliotecas após atualizar meu PC com Windows 8, mas não apareceram no PC de um outro editor da PCWorld.
81recursos_bibliotecas-580px.jpg
As Bibliotecas não sumiram, só estão escondidas
Mas não se preocupe com isso. Depois de reativar as bibliotecas usando o método ilustrado acima, clique com o botão direito do mouse sobre uma biblioteca, clique emPropriedades e no botão Adicionar para adicionar pastas extras a ela.
5. Recuperação de Arquivo do Windows 7
Esta útil ferramenta permitia criar uma “imagem do sistema”, um único arquivo contendo cópias exatas de tudo o que está no HD de seu PC. É um “backup completo”, e um recurso muito útil caso por algum motivo você precise formatar o computador ou restaurá-lo a um estado anterior. E apesar de sua utilidade, ela parece ter desaparecido no Windows 8.1.
Mas não se desespere, ela na verdade mudou de nome, e agora se chama Backup da Imagem do Sistema (um nome que é muito mais descritivo de sua função). Vá ao Painel de Controle / Sistema e Segurança / Histórico de Arquivos e procure por esta opção no canto inferior esquerdo da janela.
6. Apps entulhando a Tela Iniciar
No Windows 8, todos os apps e programas desktop recém-instalados recebiam automaticamente um bloco na tela Iniciar. Isso mudou no Windows 8.1: você precisa acessar a tela Aplicativos encontrar o app e fixá-lo manualmente à Tela Iniciar.
Por mim esta á uma grande vantagem, já que a instalação de um programa Desktop frequentemente resultava na criação de dezenas de blocos para executáveis auxiliares, documentação e ferramentas associadas, gerando uma quantidade irritante de “lixo” na tela Iniciar. 
81recursos_iniciar-580px.jpg
O Windows 8.1 põe um fim ao excesso de blocos na Tela Iniciar
Mas os usuários menos experientes podem se sentir confusos quando um programa recém-instalado não aparecer na Tela Iniciar, especialmente considerando que o novo Botão Iniciar os treina a considerá-la como um substituto do Menu Iniciar. Prepare-se para os pedidos de suporte de amigos e parentes.
7. “Meu Computador”
Depois de quase 20 anos o atalho “Meu Computador” foi aposentado. Na verdade ele mudou de nome e agora se chama “Este PC”, algo mais adequado nesta era de nuvem e multiplataformas, onde basta um login para qualquer máquina ser o “seu computador”. Curiosamente, só encontramos esta mudança na versão em inglês do sistema: na versão em Português Brasileiro o “Meu Computador” continua firme e forte. Talvez isso mude no Windows 8.2.
8. Cliente desktop para o SkyDrive
Usuários do SkyDrive já devem ter notado que a atualização para o Windows 8.1 remove o app para desktop do SkyDrive, que era usado para manter arquivos locais sincronizados com a nuvem. Faz sentido, já que o serviço de armazenamento online da Microsoft é fortemente integrado ao Windows 8.1, e muitos dos recursos do antigo programa são substituídos pelo suporte nativo no novo sistema.
8.1 Alguns recursos do cliente desktop para o SkyDrive.
Alguns dos recurso mais obscuros, porém ainda úteis, do cliente desktop para o SkyDrive não tem equivalente nos recursos nativos do Windows 8.1. E esteja ciente de que no Windows 8.1 o SkyDrive usa links simbólicos para apontar para fazer o Windows Explorer apontar para arquivos armazenados na nuvem, mesmo que à primeira vista pareça que seus dados estão sendo armazenados localmente.
81recursos_skydriveoffline-580px.jpg
Agora é necessário indicar quais arquivos do SKyDrive você quer manter disponíveis mesmo quando está offline
Este recurso pode economizar espaço em disco em tablets e outros aparelhos com restrições de armazenamento, mas se você gosta de manter cópias locais de seus arquivos, não se esqueça de clicar com o botão direito do mouse no ícone do SkyDrive no Windows Explorer e selecionar a opção Tornar disponível offline no menu. Você também pode fazer isso para arquivos ou pastas individuais, em vez de todo o conteúdo de seu “disco” online.
O upgrade vale a pena
Não se espante com estas pequenas omissões: o Windows 8.1 é superior ao Windows 8 em praticamente todos os aspectos. Dê uma olhada em nosso review do sistema  para saber todos os detalhes e, se ainda não estiver convencido, conheça cinco bons motivos para migrar para o Windows 8.1.
(PCWORLD)